Trabalhar em pé durante longos períodos na gestação pode afetar desenvolvimento de bebês

Postado em

 

Trabalhar em pé durante longos períodos na gestação pode afetar desenvolvimento de bebês

Grávidas que passam a maior parte do dia em pé durante o trabalho, como vendedoras e cabeleireiras, geram bebês com a cabeça cerca de 1 cm menor do que a média dos restante das crianças. É o que aponta um estudo do Centro Médico Erasmus, em Roterdã, na Holanda, que avaliou 4,6 mil mulheres entre 2002 e 2006.

Os autores da pesquisa observaram a diferença também nos filhos de mulheres que trabalhavam 40 horas por semanas, quando comparados com os daquelas cuja jornada era de 25 horas. Foi detectado, ainda, o peso reduzido dos bebês nestes casos.

O chefe do estudo, Alex Burdof, afirma que as atividades físicas intensas da mãe podem ser responsáveis pela alteração, já que reduzem o fluxo de sangue ao útero e à placenta. Ele pondera, no entanto, não ser necessário deixar o emprego durante a gestação, mas, sim, reivindicar melhores condições de trabalho junto ao empregador.

A opinião é compartilhada pelo professor Gail Johnson, da Faculdade Real de Parteiras da Grã-Bretanha. “Grávidas precisam ter a segurança de que seu trabalho não vai aumentar o risco de problemas. A pesquisa abre uma boa oportunidade de discussão sobre questões laborais para essas mulheres”, conclui.

Fonte:  http://www.anamt.org.br/?id_noticia=1109

Saudações, ABGL

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s